Eventos

Nós fomos: Fest Comix + encontro com Nobuhiro Watsuki!! ~ Parte 2

(ai, gente, continuar a escrever esse post foi um parto, viu? Porque tem coisas na vida que fotos e palavras não traduzem… por ser tão especial que fica gravado só na memória mesmo)

~ Para ler a parte 1 do post sobre o Fest Comix + Nobuhiro Watsuki, clique aqui.

Depois de conseguirmos as pulseiras, tentamos nos acalmar e comer alguma coisa (porque estávamos lá desde cedo, e ainda ia demorar um pouco para a hora da palestra). Nem lembro o que comemos, pois em seguida fomos dar uma volta no evento… e lembramos de ir até o stand da Comix Book Shop, que costuma dar bons descontos nas publicações em eventos desse porte.

Dito e feito – stand super lotado, mangás e HQs mais baratos com todos os volumes publicados à venda e PESSOAS CARREGANDO CAIXAS DE FEIRA LOTADAS DE MANGÁS. Sabe aqueles caixotes de plástico? Pois é, imagina eles com mangás até em cima, e a galera levando isso tudo pra pagar. Juro. Basicamente, eu deveria ter levado uma mala inteira só pra fazer isso também, só que eu sou retardada e nem lembrei que tal coisa poderia acontecer. Nós realmente só pensamos no Watsuki-sensei. Mas bem, já que estávamos ali… não perderíamos a oportunidade de comprar com desconto, e mais ainda, encontrar todos os volumes antigos que precisávamos para completar coleções \o/ Inclusive versões antigas de mangás que foram republicados.

No fim, compramos 19 mangás e fizemos um pequeno rombo na nossa conta bancária, porque esse gasto não estava nos planos. Mas valeu muito a pena – economizamos 150 reais em desconto!!! Obrigada Comix Book Shop e JBC <3

De lá, fomos para a palestra da Henshin/JBC, onde Cassius Medauar, Leo Kitsune e Renata Leitão contaram as novidades sobre lançamentos e as dificuldades que uma editora passa para lançar novas publicações, manter a qualidade e ser fiel às originais japonesas, etc. Foi interessante, mas estávamos tão ansiosos com o que viria a seguir que foi complicado prestar atenção.

E assim chegou a hora, o criador de Samurai X foi anunciado e entrou na sala – um japonês bem alto, de resto redondo e simpático, e sua esposa, a roteirista Kaworu Kurosaki, sempre fofa e sorridente. Rolaram palmas, lágrimas, reverências; menos fotos, a pedido do próprio Watsuki-sensei. Antes de ele entrar foi pedido que mantivéssemos os celulares e câmera desligados, e que esse momento ficasse registrado apenas em nossos corações (pausa aqui porque eu já estou chorando de novo, sério).

Fotos, só da equipe deles, e nunca do sensei. Mas olha a gente ali pertinho!! Créditos: Nikko Fotografia
Pegamos essa foto no site da Henshin, só a equipe deles teve permissão pra isso. Não tem nenhuma foto clara do rosto do sensei. Mas olha a gente ali pertinho!! Créditos: Nikko Fotografia

Com tradução simultânea, Watsuki-sensei contou um pouco de sua rotina na criação dos mangás, seu (pequeno) envolvimento com a produção dos animes, mostrou fotos de sua área de trabalho e materiais utilizados, e até o passo-a-passo da criação de algumas páginas de Samurai X. Gente, ele é muito organizado. Seus dias (e o mês inteiro!) são super planejados (ele mostrou gráficos, pra vocês terem noção) para caber tanto trabalho, e com poucos dias de descanso no mês. Rotina de mangaká é tensa, ficamos muito admirados.

Ele também mostrou a estante de figures que coleciona (principalmente mechas e X-Men – alguém aí também se lembra dele contando sobre elas nas notinhas do mangá Samurai X?), incluindo uma que foi presente de Eiichiro Oda – pra quem não sabe, no início de sua carreira o criador de One Piece foi assistente de Watsuki =) E com uma foto de sua sala de estar, apontou a cadeira especial, reservada para o editor chefe da Weekly Shōnen Jump.

No fim rolou um quiz sobre personagens históricos do Japão, desenhados pelo próprio Watsuki-sensei, e a rodada de perguntas (lamento, mas não daremos spoilers sobre nada aqui xD).

Deu a hora de novo, e chegou o momento de todos sairmos da sala e, os que tinham a pulseira, nos enfileirarmos na frente de outra salinha, para que pudéssemos pegar autógrafo (1 pessoa por vez, sob olhar dos seguranças).

Pedimos ajuda à nossa professora de japonês (ありがとうございました, Julia-sensei!) para dizer algumas coisas específicas ao Watsuki-sensei, mas perdemos o papel com a colinha minutos antes de entrarmos na sala T_T Mas tudo bem, eu usei todo meu japonês básico para cumprimentá-los respeitosamente, agradecer por tudo e pedir o autógrafo. O nervosismo nos impediu de agir mais naturalmente, né, não fosse isso poderíamos ter falado mais e juntos (porque chegamos a ficar os dois ao mesmo tempo na sala com eles!), contado sobre algumas coisas importantes que nos aconteceram graças à influência de Watsuki-sensei e etc. O João acabou dizendo um pouco do que queria com a ajuda da intérprete, e com isso ganhou a empolgação e um aperto de mão do sensei (!!), cumprimento que não é comum para os japoneses *-* (e em seguida João desmaiou. mentira xD) Os dois são bem queridos, sem aquela coisa de estrelinha ou distanciamento (só aquele próprio da cultura japonesa): Kurosaki-san com o seu jeito mais alegre e extrovertido (antes disso, tínhamos nos cruzado no banheiro feminino e eu dei minha vez pra ela. Nunca pensei que isso fosse acontecer, hahaha) e Watsuki-san mais quieto, na dele, mas igualmente simpático e atencioso.

O Shishio que compramos no AF contemplando nossos autógrafos lindos <3. Créditos: NANL BR.
O Shishio que compramos no AF contemplando nossos autógrafos lindos <3

É realmente uma pena que não pudemos ter uma foto com o sensei, mas entendemos. Com certeza, não vamos esquecer desse momento nunca mais.

21ª Fest Comix
Datas  17 a 19 de Julho
Local São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – São Paulo/SP
Ingresso R$ 20 antecipado / R$ 20 (meia) na porta / R$ 40 (inteira) na porta
Site http://festcomix.com.br/
Página https://www.facebook.com/festcomix

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *